sábado, 17 de novembro de 2012

REFEM



“REFEM”
REFEM
DE TI, NÃO MAIS
REFEM
DO TEU TEMPO?
NEM PENSAR
REFEM
DE SUAS MIGALHAS, JAMAIS
REFEM
DE UM AMOR QUE NUNCA EXISTIU,
PORQUE?
REFEM
DO TELEFONE?
AGUARDANDO SUA LIGAÇÃO?
NÃO VALE A PENA
REFEM
DE MINHAS PRÓPRIAS IDEIAS,
E PARA QUE?
POR QUEM?
BASTA
AGORA OS VERSOS DE MINHA
PROSA SERÃO OUTROS
FUGIR DE VOCÊ E ME ENCONTRAR
SÓ ASSIM DEIXAREI DE
SER
REFEM

Nenhum comentário:

Da série Cotidiano: Tem que viver, só isso

"Tem que viver...só isso" Complexo! Ao menos pra mim, viver parece simples, comer, dormi, acordar. Trabalhar, constituir uma f...